Conheça o objetivo do controle patrimonial e suas boas práticas

3 minutos para ler

Não há dúvidas de que um dos maiores pilares de uma empresa é o seu patrimônio. Logo, nada mais justo do que preservá-lo. O controle patrimonial serve exatamente para isso: levantar frequentemente a situação dos bens de empresa de modo a manter o patrimônio controlado e evitar possíveis desvios e imprevistos.

Contudo, esse controle não pode ser feito de qualquer maneira. Existem diversas técnicas empregadas no controle dos ativos imobilizados. Quer saber mais sobre o objetivo do controle patrimonial? Continue com a gente!

Qual é o objetivo do controle patrimonial?

O controle patrimonial nada mais é do que o gerenciamento de todo o negócio. O seu objetivo é realizar o acompanhamento dos bens tangíveis (como veículos e computadores) e dos bens intangíveis (como patentes, certificados, franquias etc.). Esses bens são fundamentais para a produção e fornecimentos de mercadorias e serviços de uma organização.

Há também o objetivo burocrático do controle patrimonial, que envolve a manutenção dos processos contábeis de acordo com a lei e o enquadramento dos relatórios das finanças nas normas internacionais.

Como fazer um controle patrimonial?

Para que o controle patrimonial de uma empresa seja feito de forma efetiva, é preciso estabelecer algumas regras e padrões. Para isso, a definição de um manual de normas e procedimentos é necessária. Estabeleça critérios e sequências de formas de registros e transferências, colocando tudo no manual.

É importante, também, saber mapear as atividades que serão exercidas na realização do controle. Utilize fluxogramas e aprenda técnicas de mapeamento. Existem diversos programas que podem auxiliar você nessa tarefa, como o Bizagi e o Viseo.

Um sistema informatizado deve ser implantado para que o controle seja bem-sucedido. Utilize softwares de gestão específicos para facilitar o processo, automatizar as informações e tornar tudo mais fluido.

Qual a importância e as vantagens do controle patrimonial?

O controle patrimonial é fundamental para uma assertiva orientação do empreendimento. Ele fornece para a empresa a possibilidade de reduzir riscos e imprevistos, principalmente em caso de aquisição de créditos.

Ter um constante controle dos ativos imobilizados gera diversas vantagens para a empresa. A seguir, listamos algumas delas.

  • manutenção dos bens: ter o controle da vida útil de cada equipamento da empresa, por exemplo, é fundamental para evitar a sua depreciação. É a vantagem da previsão que só o hábito do controle pode oferecer;
  • segurança jurídica: relacionado ao objetivo burocrático, é a garantia de manter a empresa em dia com os impostos e o governo. Além disso, gera a possibilidade de lucrar em cima das deduções fiscais;
  • facilidade em obter certificados: ter formas de certificar que a sua empresa está caminhando conforme os padrões exigidos é fundamental na manutenção do nome no mercado. Para conseguir relatórios como o certificado de qualidade ISO 9000, por exemplo, é preciso entregar todo um levantamento dos bens patrimoniais da empresa.

O controle patrimonial traz fluidez para a gestão empresarial e é fundamental para a manutenção do negócio a longo prazo. Caso você esteja com dificuldades para realizar esse levantamento, não hesite em contratar um bom contador!

Gostou de aprender mais sobre o objetivo do controle patrimonial ou ficou com alguma dúvida? Então, deixe seu comentário aqui no post para que possamos saber a sua opinião e te ajudar!

Posts relacionados

Deixe uma resposta